Minha transa com o meu tio

Olá,
me chamo Bruninha (meu nome real: Bruna Resende). Só para vocês saberem: ao escrever esse fato real, estou com uma mão na bucetinha, me alisando bem gostoso e lembrando de tudo o que aconteceu.
Tenho 1,63 de altura, com 56 kg de peso, bem distribuídos. Sou loira, branca e olhos castanhos mel. Buceta e cuzinho sempre depiladinhos, sempre lisinha. Sou filha única de um casal de médicos bem sucedidos em Belo Horizonte. Sou estudante de medicina também na UFMG. Sou bastante estudiosa, boa filha, uma dama na mesa… mas, viro uma puta devassa na cama! E é por isso que estou aqui! Para relatar essa minha vida dupla, relatar essa minha vida de ninfeta vadia, viciada em rola e leite de macho. Quero contar aqui minha primeira vez foi no auge da minha juventude. Aconteceu em um apartamento de praia da minha família em Cabo Frio, onde meu pai,
Geraldo, e meu tio Beto, possuíam o imóvel. Meu tio Beto, casado, com 2 filhas. Um homem de 45 anos, 1,88 de altura e 91 kg de peso, robusto, pelos no peito e na barriga, nos braços e nas pernas, as coxas bem grossas e o pau sempre marcando na cueca. Falava grosso! Eu já estava de olho nele há alguns meses e não iria deixar essa oportunidade passar. Todo dia de manhã eu ia até o quarto dele e pedia pra ele amarrar meu biquíni. Enquanto ele amarrava, eu ia discretamente esfregando a bunda na sunga dele. Eu percebia que ele adorava e deixava o pau duro bem visível pra eu perceber. Ficamos assim por uns 2 dias, até que eu mandei um bilhete dizendo: “ei, tio! Hoje de madrugada estarei na cozinha, só de camisolinha rosa, sem calcinha e sem sutiã devido ao calor. Estarei lá para tomar um ar. Aceita me acompanhar?” Ele olhou bravo pra mim e disse q não poderia pq ele era um homem casado e pq eu era sua sobrinha. Eu disse q não faríamos nada demais, apenas o q nossos corpos desejarem. Disse, então, que ficaria esperando por ele… com a bucetinha molhada!No horário combinando, eu estava aguardando com um salto alto, sem calcinha e sem sutiã e uma camisola rosa transparente, muito sensual, e já com a bucetinba toda depiladinha, lisinha e ainda por cima toda babada! Foi quando ouvi um baralho no quarto dele e pensei: ele vem me comer! Ele não aguentou ficar no quarto de pau duro e vai querer me fuder! Nessa altura do campeonato, já não tinha mais camisinha pq estava no quarto dele, impossível de pegar. Decidimos q iríamos meter no pelo! Ele chegou até mim com um short justo de futebol, sem camisa e já com o caralho bem marcado, e falou: quero socar o cacete em vc, mas vc não pode gritar. Vai levar rola calada pra não acordar seu pai e a minha mulher. Foi aí q ele começou a lamber minha bucetinha toda… chupando e esfregando a língua, a boca e a barba… foi me deixando tarada, sem pudor, completamente safada nas mãos dele… gozei uma vez na cara de macho que ele tem! Aí depois pedi pra ele socar até as bolas dentro de mim. Ele me colocou de 4 e comecou a bombar com vontade, batendo no meu rabo e me chamando de cachorra. A cada vez q ele fodia mais, mais eu pedia pra ele atolar o cacete. Depois meu tio me virou de frente e começou a dar uns tapas na minha cara… cuspiu na minha boca e me mandou cair de boca na rola dele. Era a primeira vez q eu mamava um caralho tão gostoso. Grosso, grande, cheio de veias, bolas grandes e pesadas, empinado e duro pra mim. Não pensei duas vezes e caí de boca! Chupei até as bolas, engolindo o caralho até o talo. Por fim, pedi pra sentar na rola dele e cavalgar igual uma putinha. Ele sentou no sofá e me colocou em cima dele… comecei a quicar e a rebolar na rola! Pqp que delícia de pica, que delícia de rola… minha buceta nesse momento tá deslizando de tanto mel… eu rebolava igual uma cadela, pedindo pra ele me leitar toda. Ele disse q queria esporrar dentro da minha buceta, lá no fundo! Eu então pedi pra ele jogar bastante porra dentro da minha buceta pq eu adoro ficar toda esporrada. Ele começou a bombar com mta força, sem parar… até q esporrou igual um cavalo dentro de mim, senti o leite escorrendo da minha buceta em direção as pernas…. Foi inesquecível! Um tiozão quarentão guloso por ninfeta, me deixou toda arrombada e louca de vontade de ser fudida de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *