Recebi a visita de um grande amigo de longe, a esposa o recebeu muito bem PARTE II

Continuação sobre a visita do meu amigo.

No dia seguinte eu fui trabalhar cedo e deixei os dois dormindo, não conseguia tirar da cabeça o dia anterior, fiquei quase a manhã inteira pensando o que eles iriam fazer quando acordar, será que eles estão metendo, quando foi umas dez da manhã minha esposa me manda uma msg.
– Bom dia meu amor, oh o Thiago já está querendo me comer aqui. Kkkkkkkk
– Ué amor, e vc vai dar não? Cuida bem da nossa visita aí. Brinquei.
– Vou dar não, já falei que vou dar pra ele só na sua presença, mas ele tá com essa mão grande pra cima de mim toda hora.
– Como assim não grande? Como vc levantou vestida? Perguntei
– Levantei do jeito que eu levantaria se estivesse sozinha, de camisa e calcinha, aí vem ele com essa mão grande na minha bunda toda hora.
– Mas vc tá achando ruim? Se fosse eu faria a mesma coisa, afinal vc tem uma bundinha linda e ainda fica provocando o cara, kkkkkkk.
– Nem tô achando ruim não, agora tá ele aqui balançando aquela rola preta pra mim. Kkkkkkkkkkkkkkkkk.
– Cuida bem da nossa visita aí amor, daqui a pouco estou chegando.
O dia foi passando, voltei a perguntar para minha esposa da nossa visita e ela falou que ele saiu, só que diferente dos dias anteriores ele voltou antes de mim, quando recebi outra msg da minha mulher.
– Olha amor, já está ele aqui novamente esfregando essa rola preta em mim. E me mandou uma foto dela segurando o pau dele.
– Ué amor vc não disse que iria me esperar? Mas se tiver afim pode ficar a vontade. Respondi.
– Não amor, já falei pra ele que vou te esperar. Respondeu ela.
A tarde demorou a passar, mas chegou a hora, perguntei pra minha esposa se ele tinha levado a cerveja e ela falou que não, passei no mercado comprei a cerveja, tira gosto e fui pra casa, ao chegar em casa eu tive uma surpresa, quando eu abri a porta ela já estava com a boca no pau dele.
– Oh caralho, vcs não iriam me esperar.
Os dois caíram na gargalhada
– A gente escutou vc chegar e fizemos essa brincadeira. Falou minha mulher.
– Porra nenhuma, vcs estão nessa sacanagem o dia inteiro. Resmunguei
– Viaja não cara, a gente só estava brincando com vc. Respondeu meu amigo meio preocupado com a minha reação.
– Eu tbm to zuando seu otário, e nem ligo se vcs começassem antes não, confio em vc e confio na minha mulher, poderiam ter começado, fiquem a vontade aí que vou ali tomar um banho.
Quando eu saí do banho, cheguei na cozinha e minha esposa só estava de micro calcinha e de soutien, e o Thiago bebendo cerveja, cheguei só de cueca, e falei para o Thiago ficar a vontade tbm que hj a noite ia ser bem a vontade. A minha esposa já olhou para o Thiago e brincou.
– Ficou balançando essa rola pra mim o dia todo e agora tá de roupa, tira essa porra.
Ele olhou pra mim meio bolado, eu falei pra ele ficar a vontade, ele então tirou a bermuda e ficou só de cueca, já tava de pau duro. E a noite continuou com várias brincadeiras, minha esposa muito bem humorada, sempre que passava perto dele, dava uma esbarrada com a bunda no pau dele, teve uma hora que ele estava sentado e ela brincou que desequilibrou e caiu sentada no colo dele, deu algumas quicadas e saía rindo. E a noite continuou assim, com várias brincadeiras, quando o álcool já estava fazendo efeito, a minha esposa começou a levar a coisa mais a sério.
– Ah vamos ficar pelados, já não tô aguentando mais, tira a cueca aí meninos, quero ver rolas duras.
Nisso ela levanta, tira a calcinha virada com a bunda pro Thiago, eu já levantei e tirei a cueca já com a rola dura, ela já fez uma carinha de safada, deu uma pegada gostosa na minha rola e mandou o Thiago tirar tbm, na hora que ele levantou, ela mesma já meteu a mão na cueca e abaixou e já com a cara no pau dele, já deu uma esfregada com o rosto e deu uma lambidinha, e falou.
– Pronto, agora tá ficando legal.
Ela foi buscar uma cerveja, na volta já passou a lata gelada no pau duro do Thiago, rindo muito, parece que ela não estava em si mais, o álcool realmente já tinha feito aquele efeito gostoso e ela se transformou. Quando ela foi servir a cerveja, já sentou no colo do Thiago, deu uma linguada na boca dele, serviu a cerveja pra ele, pra ela, ela levantou um pouco para alcançar meu copo, terminou de encher meu copo, quando foi sentar novamente já ajeitou o pau do Thiago e sentou com tudo, soltando um gemido. Continuou conversando como se nada estivesse acontecendo, sentada no pau dele, dava umas pequenas quicadas, umas reboladas, e continuava sentada no pau dele. Eu olhava pra ele e o cara tava louco já pra estuprar ela, ele tava doido pra meter com força, e ela ficava ali, eu cheguei até mudar de lugar pra assistir aquilo melhor, rsrsrs.
Teve uma hora que ela levantou pra ir no banheiro, eu olhei o pau dele tava muito duro e brilhando do liquido dela, ele olhou pra mim e perguntou.
– Vc não fica bolado não né?
– Relaxa meu amigo, relaxa e aproveita, curte a noite, se preocupa comigo não que eu tô de boa. Respondi.
Nisso ela voltou daquele jeito bem piranha, passou por mim, esfregou o peito na minha cara, e sentou no colo dele novamente com o pau dentro. E brincou.
– Vcs não sabem como eu estou gostando dessas duas pirocas duras assim pra mim o tempo todo.
Nisso ela ainda sentada no pau do Thiago rebolando bem devagar, se inclinou e começou a me chupar, de repente ela levanta, senta na mesa, pega a cabeça do Thiago e puxa em direção a sua buceta toda encharcada, em enfiou a cara dele e começou a gemer.
– Chupa vai, chupa, já não tô aguentando mais, nossa amor, ele chupa gostoso igual vc tá.
Nisso eu levantei e fui para o sofá ficar assistindo aquilo de camarote que estava gostoso, ela então falou que queria pau, ele parou de chupar e começou a comer ela ali sentada na mesa, comeu com vontade, bombando forte, ela estava doida, delirando, eu só assistindo estava adorando.
Ela então empurrou ele, veio na minha direção e sentou na minha rola e começou a rebolar feito uma dançarina de funk, caralho aquilo estava gostoso demais, ela então fez sinal pra ele chegar perto e começou a chupar, rebolando no meu pau e chupando o Thiago, de repente o cara começa a gemer, tava gozando na boca dela, eu até entendi pq ele já tava de pau duro a muito tempo, ela sem tirar a boca bebeu tudinho, e começou a rebolar mais forte ainda e começou a gozar tbm, eu não aguentei e tbm gozei. Que gozada maravilhosa, ela se virou pra mim, me deu um beijo apaixonado ainda com a boca um pouco suja de porra e levantou pingando porra pra todo lado.
Ela já foi para o banheiro, ligou o chuveiro e nos chamou, entramos os três no box, ela deu banho nos dois, e nós demos banho nela.
Saímos e ainda continuamos pelados, voltamos a beber mais, pois ainda tinha muita cerveja, continuamos conversando, comentando e do nada ela fala.
Meninos, não acabou ainda tá, eu quero mais. E todos rimos.
Cerveja vai, cerveja vem, ela se levanta e começa a arrumar a cama dele na sala, já cheia de má intenção, terminou de arrumar a cama, voltou, sentou na mesa e esticou a mão em direção ao pau do Thiago e começou a masturbar ele, eu rindo perguntei.
– E aí amor já tá duro novamente?
– Tá ficando. Falou rindo.
Nisso ela abaixou e começou a chupar o pau dele, chupou, chupou, chupou, e falou brincando.
– Agora tá duro amor, tá bem duro, vamos meter mais que eu tô muito tarada.
Já puxou o Thiago, jogou no colchão e voltou a chupar, chupou bastante, nisso eu já estava atrás dele comendo aquela bucetinha bem devagar, ela então se levantou e sentou no Thiago e começou a cavalgar devagar, cheguei por trás dela e comecei a me esfregar, pegando naqueles seios lindos, comecei a brincar com o dedo no cuzinho dela, ela chegou até suspirar e arrebitou mais a bunda, busquei um pouco do liquido dela mesma e enfiei um pouco do dedo no cu dela, ela gemeu forte, levantei, peguei nosso lubrificante íntimo, passei no meu pau e comecei a esfregar na portinha do cuzinho dela, ela mandou eu meter, fui enfiando devagar, ela gemia horrores, alto mesmo, os vizinhos deviam estar assustados, quando eu enfiei a piroca toda, enfim aquela DP sonhada, comecei a bombar devagar, dava pra sentir o pau do Thiago dentro da buceta e o meu no cu, começamos a bombar forte, os três participavam, gozamos todos, e caímos para o lado.
Acabamos que dormimos ali, eu no sofá e minha esposa com o Thiago no colchão, teve uma hora que eu acordei na madrugada que eles estavam dormindo agarradinhos feito namorados, rsrsrs.
Acordamos numa ressaca de cerveja e sexo doida, que noite maravilhosa, tinha tempo que eu não me divertia tanto.
No dia seguinte o Thiago iria embora, quando acordamos ele ainda brincou se teria mais uma para ir embora feliz, minha esposa recusou falando que estava toda esfolada, todos rimos.
Estreitamos ainda mais a nossa amizade, agora vai ser nós quem vamos visitar ele, será que eu consigo comer a mulher dele?
Rsrsrs, tomara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *